Em discurso na maior conferência internacional de Pequim, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, fez no domingo (14) comparações entre o programa chinês de crescimento econômico “One Belt, One Road” e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), afirmando que ambos estão baseados em uma mesma visão de desenvolvimento global.

“Ambos pretendem criar oportunidades, bens públicos globais e cooperação ‘ganha-ganha’. E os dois pretendem aprofundar a conectividade entre os países e regiões: conectividade em infraestrutura, comércio, finanças, políticas e, talvez o mais importante, entre populações”, disse o secretário-geral, dirigindo-se ao presidente chinês Xi Jinping e dezenas de outros líderes estatais em fórum realizado na capital chinesa.

Os participantes representavam alguns dos mais de 60 países incluídos na iniciativa de desenvolvimento econômico chinesa apresentada em 2013 para estimular o comércio e o crescimento econômico do país.

“Para que os participantes da iniciativa se beneficiem completamente do potencial e da ampliada conectividade, é crucial fortalecer as ligações entre o plano e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, disse Guterres, completando que os 17 ODS podem guiar as políticas e ações do plano chinês rumo ao desenvolvimento sustentável.

A iniciativa de desenvolvimento chinesa inclui aproximadamente 1 trilhão de dólares em investimentos em infraestrutura na África, Ásia e Europa. Enquanto esses projetos — que incluem pontes, usinas nucleares e ferrovias — se desenvolvem, Guterres enfatizou a necessidade de trabalhar junto para apoiar os padrões socioambientais globais, e garantir que áreas rurais, não apenas as cidades, sejam beneficiadas.

“Com a expectativa de que o plano gere vastos investimentos em infraestrutura, vamos aproveitar o momento para ajudar os países a fazer sua transição para um caminho de energia limpa e de baixo carbono — em vez de se conectar nas próximas décadas a práticas insustentáveis”, disse, elogiando a liderança chinesa no combate às mudanças climáticas.

https://nacoesunidas.org/onu-diz-que-plano-de-desenvolvimento-chines-deve-estar-conectado-a-objetivos-globais/